#8 coisas que você precisar saber sobre radiologia industrial

Maxium_maio_semana2_3

  1. O que é radiologia industrial?

Radiologia industrial é um conjunto de práticas que fazem uso das radiações ionizantes, proporcionando benefícios imensuráveis à população e ao meio ambiente

  1. Qual a sua finalidade?

Existem diversas finalidades, como controle de qualidade de produtos, controle de processos industriais, beneficiamento de materiais, esterilização de produtos médico-hospitalares, segurança pública, tratamento de esgoto, entre outras.

  1. Como funciona e quais equipamentos são usados?

O funcionamento consiste na aplicação de equipamentos emissores de radiação (Equipamentos Geradores de Raios X ou Aceleradores de Partículas) e de fontes radioativas (Cobalto 60, Césio 137, Selênio 75, entre outras). As fontes de radiação são capazes de emitir radiações eletromagnéticas altamente penetrantes conhecidas como Raios X e Raios Gama.

  1. É seguro?

As instalações e os próprios equipamentos emissores de radiação possuem uma segurança intrínseca através de dispositivos de segurança projetados para torná-los mais seguros. Entretanto, os profissionais que operam devem ser muito bem capacitados e preparados para evitar possíveis acidentes ou incidentes.

  1. É muito utilizado no Brasil?

Sim. O Brasil possui instalações radiativas distribuídas em todas as regiões do país e este número cresce a cada ano. Atualmente, existem aproximadamente 4 mil instalações radiativas em operação por aqui.

  1. O que é necessário para trabalhar com radiologia industrial?

Para atuar na operação é necessário ser um profissional técnico em radiologia, devidamente formado e também ser capacitado conforme as resoluções da CNEN (Comissão Nacional de Energia Nuclear), autarquia federal responsável pelo licenciamento e fiscalização de instalações radiativas no país. Para atuar na supervisão ou fiscalização, o profissional deve ter nível superior nas áreas de ciências exatas, biológicas ou tecnológicas e ser aprovado no processo de certificação de supervisores de proteção radiológica promovido pela CNEN, anualmente.

  1. Quem pode trabalhar com isso?

Segundo a Lei 7.394/85, somente os técnicos e tecnólogos em radiologia podem atuar na operação destes equipamentos emissores de radiação ionizante. Outros profissionais, como físicos, engenheiros, químicos, médicos etc., podem atuar na área de radiologia industrial especificamente na supervisão, fiscalização e docência.

  1. Existe mercado no Brasil? Em que cidades?

O mercado industrial é amplo, pois existem diversas áreas que fazem uso da Radiologia Industrial, como a indústria naval, nuclear, automobilística, mineração, petrolífera, química, farmacêutica, etc.